11.4.12

Gastrorave do Checho Gonzales na Galeria Vermelho dia 21: hype

Pátio da Galeria Vermelho   Foto: Phuong-Cac Nguyen


Então hoje chega um email da minha irmã dizendo assim:


"Gastro rave em São Paulo, tá todo mundo combinando de ir e postando no Facebook, virou hit."

Lógico que eu não poderia ignorar, né?

Googlei e descobri o seguinte:

A tal feira gastronômica “O Mercado" vai rolar dia 21 (ou melhor, na madrugada do 21 ao 22), da meia noite até as 5 da manhã, e chefs irão servir em suas respectivas barraquinhas umas laricas caprichadas. Paga-se entre 5 e 20 reais por comidinha.

Ideia do chef Checho Gonzales.... que quer repetir isso todo mês, pelo menos. Eu confesso que jamais tinha ouvido falar nesse chef. Perdoem.

Googlei e a) descobri que trata-se de um boliviano radicado em São Paulo que já trabalhou para o Alex Atala e b) achei uma entrevista absolutamente burra, não sei qual era pior, ele ou a entrevistadora, Lorena Calabria. Mas enfim.... a quem interessar possa, eis o link.

De todo modo, a larica noturna me pareceu divertidíssima.

Os chefs participantes:

  • Alexandre Leggieri – Cannoleria (cannolis)
  • Carlos Ribeiro – Na Cozinha Restaurante (buraco quente)
  • Checho Gonzales – Cebicheria Gonzales (anticuchos e cebiches)
  • Daniela Bravin – Bravin (vinhos e coquetéis)
  • Dagoberto Torres – Suri Ceviche Bar (arepas)
  • Deepali Bavascar – sabores da índia (samosas vegetarianas)
  • Henrique Fogaça – Sal Gastronomia (Sanduíche no pão ciabata com carne seca desfiada, azeite de gengibre, queijo de cabra, tomate e rúcula)
  • Janaina Rueda – Bar da Dona Onça (arroz de puta rica)
  • Lourdes Hernandez – Casa dos Cariris (tacos e enchilladas)
  • Marcos Carnero – Pão filosófico (pães)
  • Pipa – Comida de Papel (burgueres)
  • Rene Aduan Jr. – Alma Rustica Gastronomia (defumados e hidromel)
  • Tibira – Caos (coquetéis)
Onde vai ser? No pátio da Galeria Vermelho perto da Paulista.
(Onde fica o Sal Gastronomia, Rua Minas Gerais, 352.

Mais detalhes na Folha, neste link.

27 comments:

  1. Olá, meu nome é Marcus Yabe.
    Trabalho na Gazeta Jornais (Gazeta do Povo, Gazeta Maringá, Jornal de Londrina, Paraná-Online e Tribuna do Paraná).
    Gostaria de receber seu Mídiakit? Você possui? Consegue encaminhar para meu email? marcusy@gazetadopovo.com.br Assunto: Mídiakit

    Desde já agradeço!

    Abraço,

    Marcus Yabe

    ReplyDelete
  2. Não conhece Checho Gonzales? Muito me admira seu desdém nessa matéria. E só pra constar, cozinheiro não precisa falar bem em entrevista, precisa cozinhar bem. Se v tivesse viajado mais pelo Brasil, sem dúvida saberia quem ele é. A iniciativa da Galeria Vermelho e dos cozinheiros envolvidos é incrível e importante pra cidade. E,é melhor v se informar. Não é uma rave. É apenas uma feira de boas comidas.

    ReplyDelete
  3. Nossa, quanta habilidade para "tentar" detonar pessoas que você diz não conhecer, sra Jornalista... para uma pessoa com essa profissão, me perdoem, mas a burra parece você.
    Checho Gonzales não só trabalhou para o Atala, como é um dos melhores chefs nacionais. Fora fazer comidas incríveis, tem parceria com a Danúbio e é extremamente inteligente e culto.
    Tenho duas sugestões:
    1) volta para a faculdade para aprender a ser uma jornalista de verdade.
    2) olhe para dentro de você mesma e descubra quem é o burro ou burra dessa história.

    Ah, mais uma coisinha... quem é você???

    ReplyDelete
  4. Qualquer pessoa com um minimo de informacao gastronomica conhece o organizador do evento. E mesmo que nao fosse conhecido, isso nao vem ao caso. O que vem ao caso eh a iniciativa, o empreendedorismo. Mas eh de pessoas como voce que a nossa cidade precisa, que dai de longe, com seu olhar agucado, usa da pretensa habilidade jornalistica e de um suposto transito no "hype" para prestar um desservico desse naipe. scary.....

    ReplyDelete
  5. agora fazendo coro com o post anterior, para que seus leitores estrangeiros (ah, mas certamente os tem....nao?) tambem entendam: "whats your name again?"

    ReplyDelete
  6. Querida, antes de dizer que não conhece o "boliviano radicado em São Paulo", saiba que ele, mesmo não tendo esta língua portuguesa como mater, sabe melhor do que você pontuação e gramática. Revise seu texto antes de publicar. Ou precisa esperar o revisor da editora?

    No mais, uma "crítica gastronômica" que não conhece o nome de um chef como o Checho, além de ser contraditório, é vergonhoso. Fique no Canadá. Você e Luiza merecem. Aliás, todas as "blogayras". Vocês sujam a cena do jornalismo em nosso Brasil.

    ReplyDelete
  7. nossa como voce pretende escrever sobre gastronomia... faca-me o favor de nos poupar de leviandades.

    ReplyDelete
  8. leviana e cafona

    ReplyDelete
  9. que gnorancia !!!!!!!!! vc ja foi num restaurante bom???? conhece o checho???se nao ele e alex atala sao o principio da boa mesa nacional ...e felizmente estao em sao paulo

    ReplyDelete
  10. da onde a sra tirou a infeliz ideia da GASTRORAVE???? foge completamente da realidade ..os envolvidos no evento sao consagrados!!!! gastrorave parece feira hippie.....

    ReplyDelete
  11. no minimo merece uma retratacao a infeliz ideia de gastrorave...serio....pelo seu bem......afinal pelo q vejo a sra trabalha com isso..theo castilho

    ReplyDelete
  12. Gastro Rave é de matar pelo amor de DEUS!
    nessa vc se queimou!
    No mercado teremos comida de boa qualidade, nada de festa, apenas uma possibilidade de comer bem durante a madrugada!
    E mais, falta de respeito insinuar que uma pessoa seja burra sem ao menos conhece-la.
    Essa sua nota foi muito infeliz!

    ReplyDelete
  13. que eu saiba em rave soh se come doce e farinha!

    ReplyDelete
    Replies
    1. ∂oce, fainha e bala

      Delete
  14. Oi Alexandra, tudo bem?
    Sou carioca e atualmente moro em São Paulo, possuo o blog www.yeswecooking.com e também AMO boa gastronomia, viagens gastronômicas e principalmente bons restaurantes. O chef Checho Gonzales, teve durante um bom tempo um restaurante FENOMENAL no Rio chamado Pecado, em Ipanema, na R. Maria Quitéria e que depois mudou para a Farme de Amoedo. Eu ia no mínimo uma vez por semana e acho que cheguei a provar todos os itens do cardápio. O cebiche é sem dúvidas dos melhores que já provei, as ostras feitas de forma divina, o risoto de frutos do mar com um pesto único; peixe ao maracujá e cogumelos; empanadas, tudo DIVINO sem contar os drinks: cada um mais maravilhoso que o outro. Fiquei sem chão quando o restaurante fechou... Quando descobri que ele estava em São Paulo fiquei super animada em poder provar mais uma vez tantos pratos maravilhosos. E falo como fã de verdade: a meu ver é sim dos melhores chefs que o Brasil tem atualmente e não vejo a hora de ele voltar a ter um restaurante como era o Pecado no Rio. Torço para que seja em São Paulo já que agora moro aqui e também para que mais pessoas conheçam, mas enquanto isso vou me contentando com o "Mercado", que já vai matar a saudade do cebiche rs
    Beijos, Cecilia

    ReplyDelete
    Replies
    1. O Pecado foi, sem dúvida um dos melhores restaurantes cariocas. Graças ao Checho a gastronomia carioca se desenvolveu muito.

      Delete
  15. Quem é essa TAL de Alexandra Forbes, meu deus???
    Ela deveria ir ao TAL do mercado e depois de provar , fazer a crítica.

    ReplyDelete
  16. olha só... "Se vc não conhece gastronomia"... NÃO META SUA A COLHER NA PANELA DOS OUTROS!

    menina insolente!

    ReplyDelete
  17. Puxa Alexandra Forbes, apesar de você nunca ter ouvido falar do Checho Gonzales, já ouviu falar do Google, não? Você até diz ai que sabe usar. Que tal “Googlar” “Checho Gonzales”? A última vez que experimentei, tive aproximadamente 18.900 resultados! Fiz então uma pesquisa avançada, excluindo a palavra “mercado”. Aproximadamente 4.810 resultados. Tem um pouco de tudo, notícias e artigos - sobre ele, seus restaurantes e restaurantes nos quais ele trabalhou - em revistas de gastronomia, notas em páginas sociais, até referências sobre ele nos CVs de outros profissionais da área. E muito mais.

    Se você quer ter um mínimo de credibilidade como blogueira, é bom fazer a lição de casa antes de escrever, não acha não? Leticia Tarabay

    ReplyDelete
  18. Alexandra, "Gastrorave" essa foi demais, fala sério! Não conhece o Checho, porque não conhece absolutamente nada da cena carioca, e muito menos paulista. Seus conhecimentos do assunto eram bons na época da VIP, pelo menos vc tinha credibilidade. Seu negócio agora é o Canadá! Infelizmente temos que te aturar na folha agora escrevendo sobre vinhos, mais um assunto que vc nunca foi boa. Portanto, levanto a bandeira: VOLTA PATRICIA JOTA!!!

    ReplyDelete
  19. Menina, você mandou muito mal. Por que usou um tom de verdade, falando com autoridade e desdém sobre algo que mal conhece e não estou falando especificamente sobre o evento.
    Eu realmente não entendi você considerar a entrevista burra, assistindo agora só consigo pensar que é você a ignorante sobre o que estão falando.
    O fato é que a vivência gastronômica vai muito além daquilo que se vê e recebe às portas do salão, vai além da paixão que faz com que essas pessoas que trabalham em cozinha - como eu, (que não são intelectuais - assim como você, nós já sabemos) se entreguem tanto.
    O que o rapaz diz pode não ser inteligível para você simplesmente por não tentar sair de sua zona de conforto. Mas para uma horda de pessoas que vivem para isso, é um discurso autêntico. O que pode ser muito mal para vc, já que a gastronomia está na moda sim mas em todo o seu contexto e o que atrai hoje as pessoas gourmand ou não é exatamente essa vivência e compreensão da cozinha como um espaço que existe não mais para excluir (os que trabalham vistos como inferiores/marginais ou aqueles que não podem consumir o que chamamos alta gastronomia) mas exatamente agregar, no que hoje é um mundo de possibilidades.
    Uma pena, vc perdeu a compreensão da melhor parte do Mercado que é a troca de experiências e acessibilidade. Se deixou claro que não conhece Checho Gonzales, imagino que não se importou em saber mais sobre os outros Chefs que se apresentam para o evento já que são pouco ou nada conhecidos (esse seria um critério de julgamento?).
    Acho que já entendeu que os gritos revoltosos expostos aqui são menos de compadecimento pelo Checho e mais pela sua total falta de esclarecimento e alienação sobre o que está falando. Sugiro que se informe mais.
    Talvez fique mais animada com o que acontecerá na Virada Cultural, não pelo evento em si mas porque será encabeçado por chefs mais prestigiados como o próprio Alex Atala. Ou será esse a seu ver um movimento de regressão na gastronomia brasileira?
    Flavia Campos

    ReplyDelete
  20. Eu realmente ia perder meu tempo respondendo pra vc querida Alexandra sei la das quantas, mas apos ler todos os comentarios acima, realmente vc ja teve sua resposta!!! Conseguiu se destacar? conseguiu seu minutos de fama? acredito q sim pois tem muita gente te detonando agora...rsrsrs
    Fica uma perguntinha vc nao deve ter muito trabalho por ai em Montreal, nao e? Parece... fica se focando em noticias e acontecimentos do Brasil pra fazer o seu "Jornalismo", pior ainda tao mal informada e atraves de um e-mail da irma??!!!Nao conhece Checho Gonzales??? mas pelo visto sua irma conhece, nao e??!!se atualiza um pouquinho, sem falar q ainda detona a Lorena Calabria, a Lorena vc conhece??

    ReplyDelete
  21. Cara Alexandra,
    Felizmente ainda não conhecia o seu blog pois não gosto de jornalismo feito toscamente. Na verdade lembro de você das épocas nada saudosas de VIP. Porém percebo que a sua falta de informação e de jornalismo competente(porque quem não conhece buscar se informar)resultou em uma avaliação injusta de um profissional que tive o prazer de avaliar há mais de 10 anos e que tenho profundo respeito e admiração. O que TODOS conhecem não é novidade, mas você se mostrou uma pessoa limitada e totalmente desinteressada. Infelizmente esse tipo de jornalismo já condenou o mercado editorial e continua denegrindo a imagem de (jornalistas)profissionais que fazem um trabalho sério e competente. Triste situação. Quer uma dica? Se limite a escrever sobre o que você conhece(tratamentos de beleza, será?!). LC

    ReplyDelete
  22. Alexandra Forbes? Quem é você?

    ReplyDelete
  23. Ai, ai... nem que eu quisesse não conseguiria responder a todos que aqui deixaram seus comentários. Não sou a Alexandra que escreve sobre vinhos, digo ao anônimo # 9 - um Google, nesse caso ajudaria. Minha coluna lá trata de outro assunto. Rebater as outras inverdades e os insultos seria verdadeira perda de tempo. Prefiro focar no comentário da muito simpática Cecília, do Rio e também blogueira. Obrigada, Cecília, embora uma amiga minha carioca, a Constance Escobar, já tivesse me explicado, lá no Twitter, um pouco do que fez Checho Gonzales no Rio, achei bom vc repetir aqui, em versão mais detalhada. Aos que não viram/acompanharam: "O chef Checho Gonzales, teve durante um bom tempo um restaurante FENOMENAL no Rio chamado Pecado, em Ipanema, na R. Maria Quitéria e que depois mudou para a Farme de Amoedo. Eu ia no mínimo uma vez por semana e acho que cheguei a provar todos os itens do cardápio. O cebiche é sem dúvidas dos melhores que já provei, as ostras feitas de forma divina, o risoto de frutos do mar com um pesto único; peixe ao maracujá e cogumelos; empanadas, tudo DIVINO sem contar os drinks: cada um mais maravilhoso que o outro. Fiquei sem chão quando o restaurante fechou..."
    Olha, Cecília, confesso que vc me deixou com vontade de provar a cozinha dele!
    Aos outros, digo apenas que mais vale alguém que escreve com sinceridade e admite que não sabe algo (eu, no caso desse post) do que gente que fica vomitando falsas verdades.
    Alexandra

    ReplyDelete
    Replies
    1. Alex, me parece que todos esses Anonimos são um só chato (ou chata) desocupado/a. Bjo.

      Delete
  24. Oi sou fã da comida do Checho, desde a existencia do Pecado. Inclusive estou escrevendo em meu blog, Viver Para Comer, uma nova pareceria muito legal que ele está realizando no Hachiko - um restaurante no centro do RJ. Talvez seja uma oportunidade para conehcê-lo quando vier ao RJ.

    As críticas acontecem... Bola pra frente. Vc tem posts muito interessantes.
    Um abs,

    Henrique.

    ReplyDelete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...